Mitos e verdades sobre a depilação: tire suas dúvidas!

Cera ou lâmina? E quando encrava? Acabe com essas e outras questões sobre os pelos e curta a piscina e a praia sem preocupação

Texto: Redação Manequim

Veja mitos e verdades sobre a depilação | <i>Crédito: Shutterstock
Veja mitos e verdades sobre a depilação | Crédito: Shutterstock
DEPILAÇÃO MANCHA A PELE?
NEM SEMPRE. Se você tem a tendência, pode observar o escurecimento de algumas regiões, como o buço e as axilas. “Isso acontece como uma resposta da pele à agressão da remoção de pelos”, diz Marcelo Bellini, dermatologista e professor do
Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo. Neste caso, o ideal é descobrir qual é o melhor método de depilação para
você e procurar um dermatologista.

CERA QUENTE DÓI MENOS DO QUE A FRIA?
NORMALMENTE, SIM. O calor dilata os poros, facilitando muito a saída dos pelos. Mesmo assim, algumas pessoas não abrem
mão da cera fria. Se você está na dúvida, faça o teste em uma pequena área do braço.

POSSO PASSAR CREME DEPOIS?
DEPENDE. Hidratantes à base de aloe vera, camomila ou azuleno são bem-vindos para acalmar a pele. Se você costuma ter pelos
encravados, prefira águas termais ou produtos de textura leve. A única restrição é nas axilas. “Nessa região, evite passar desodorantes e cremes logo após a depilação, para não provocar ardência e até mesmo irritações mais sérias”, sugere Daniela Schmidt Pimentel, dermatologista do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo.

LÂMINA ENGROSSA O PELO?
NÃO. E nem aumenta a quantidade. Há quem tenha essa sensação porque ela corta os pelos ao meio, e não pela raiz. Isso faz com que voltem a crescer logo e ao mesmo tempo. Mas a espessura é a mesma.

TEM UM JEITO CERTO DE USAR LÂMINA?
SIM. Sempre com água e gel ou creme. Se você raspar os pelos com a pele seca, poderá se cortar. “Um segredo é passar condicionador de cabelos antes. É melhor do que um sabonete porque forma uma camada hidratante que protege bem o local”, diz o dermatologista Marcelo Bellini.

A CERA DIMINUI O PELO?
NÃO. Somente o laser e a fotodepilação podem fazer isso. Mas é comum ter essa impressão com algumas técnicas que tiram os pelos desde a raiz, como a cera, porque eles demoram mais tempo para reaparecer.

TEM COMO EVITAR OS PELOS ENCRAVADOS?
QUASE SEMPRE, SIM. A esfoliação é uma grande aliada. “Crie o hábito de fazê-la uma vez por semana”, recomenda
Daniela. Usar água quente antes e durante o processo e raspar os pelos no sentido do crescimento dele também ajudam a
combater isso. No entanto, se você tem foliculite (nome técnico do pelo encravado) grave e dolorosa, procure um dermatologista
para discutir medicamentos e o melhor método de depilação para o seu caso.

POSSO ME BRONZEAR NO DIA?
NÃO. Quando você remove os pelos, acaba sensibilizando a pele, e o sol pode irritar mais e causar manchas. Fuja dele também um
dia antes e um dia depois. Nos casos de depilação definitiva, siga orientação médica.

POSSO ME DEPILAR DUAS VEZES NO MESMO MÊS?
SIM. Com a cera, o certo é esperar, no mínimo, 20 dias para se depilar novamente. No caso de lâminas, cremes depilatórios e depilador elétrico, o intervalo pode ser de uma semana. O ideal é que o pelo não esteja muito curto.

QUAL É O MELHOR MÉTODO?
DEPENDE. Todos eles têm prós e contras, e cada pessoa tem uma reação. Assim, um método bom para você pode até causar alergia em outra mulher. O mais importante é encontrar a técnica que melhor atenda suas necessidades. Por isso, pode acontecer de
você usar mais de um tipo de depilação em diferentes áreas do corpo.

16/05/2017 - 11:00

Conecte-se

Revista Manequim