Saiba como dar adeus às manchas

A exposição solar excessiva e a acne podem provocar diferentes tipos de marcas na pele. Saiba como elas surgem e como tratá-las

Texto: Redação Manequim

Peeling e protetor solar são algumas das técnicas para eliminar as manchas do rosto | <i>Crédito: Shutterstock
Peeling e protetor solar são algumas das técnicas para eliminar as manchas do rosto | Crédito: Shutterstock

IDADE

COMO SURGEM? A partir dos 40 anos de idade, a epiderme afina e a pele perde colágeno, fatores que a deixam mais vulnerável às agressões externas. Os raios solares, principalmente o UVA, estimulam a produção de melanina – pigmento que determina a cor da pele e do cabelo –, que,
em excesso, pode ser distribuída de forma irregular na pele.

COMO TRATAR? Para a dermatologista Luciana Maluf, o uso diário do protetor solar é a melhor alternativa para evitar as manchas. E lembra que uma pele bem cuidada está menos suscetível ao problema. Use cosméticos que estimulam a produção de colágeno e com antioxidantes, que
inibem a ação dos radicais livres. “Um tratamento eficaz para melhorar o aspecto da pele é o microagulhamento, que trabalha firmeza e elasticidade”, diz.

SOLAR

COMO SURGEM? A exposição aos raios ultravioleta – UVA e UVB – sem proteção adequada pode ser altamente prejudicial à pele, e as manchas são apenas um dos danos que a prática pode provocar. “Tome sol antes das 10h ou após às 16h e sempre use protetor solar,
reaplicando a cada duas horas”, ensina a dermatologista.

COMO TRATAR? As manchas aparecem, em geral, nas bochechas, no nariz e embaixo dele. “Para combater o problema, tratamentos com luz intensa pulsada, peeling clareador e laser específicos, além de cremes despigmentantes são recomendados”, afirma Luciana Maluf. Atenção:
é imprescindível consultar um profissional.

ACNE

COMO SURGEM? As manchas – que podem ser vermelhas, roxas ou marrons – surgem em decorrência da hiperpigmentação (ou hipercromia) pós-inflamatória. A acne inflama a pele, que, como resposta ao processo inflamatório, aumenta a produção de melanócitos – células que possuem melanina.

COMO TRATAR? “Use protetor solar diariamente e não esprema as espinhas para não aumentar a inflamação”, recomenda a dermatologista
Marcella Alves, da clínica Les Peaux. As manchas podem permanecer na pele por até 24 meses. Para otimizar a regeneração, tratamentos como peeling químico e luz intensa pulsada são indicados.

19/01/2018 - 09:30

Conecte-se

Revista Manequim