Tire suas dúvidas sobre a micropigmentação das sobrancelhas

Entenda sobre o procedimento e os cuidados necessários

Redação Manequim

A técnica valoriza o olhar e corrige falhas | <i>Crédito: Shutterstock
A técnica valoriza o olhar e corrige falhas | Crédito: Shutterstock

A micropigmentadora Thayse Oliveira, especialista no assunto, dá algumas dicas e desvenda os mitos e verdades sobre o processo de dermopigmentação.


1.Qual o principal receio que as pessoas têm em relação ao procedimento?

 

Geralmente é em relação aos resultados. Tanto nas sobrancelhas ou nos lábios, os clientes têm receio se o procedimento ficará natural ou não. Por isso, explicar sobre a técnica de alta precisão é essencial para resultado satisfatório;

 

2. Quem pode fazer?

Todas (os) que se incomodam com o formato ou falhas dos lábios ou sobrancelhas. Excluem-se pessoas com quadros de diabetes e hipertensão não controlados, assim como pessoas com queloides severas na face e pescoço. Também indicamos que gestantes aguardem o nascimento da criança para realizar o procedimento.

 

3. Estamos chegando no verão e muitas pessoas passam a dar mais atenção ao corpo, a beleza. Quais as suas dicas para este momento?

Cuidar com a exposição solar, em primeiro lugar. Usualmente as pessoas não dão tanta atenção às sobrancelhas. Se as mesmas passaram por processos de pigmentação, os cuidados devem redobrar. Ou seja, muito protetor solar e muita água para evitar que a pele sofra com a ação dos radicais livres.

 

4. Quais são os mitos populares acerca do procedimento?

Afirmações como: “Não pode fazer fio a fio em cima de micropigmentação antiga”; “A micropigmentação prejudica os fios naturais”; e “É impossível ter resultados verdadeiramente naturais” são definitivamente mitos. Mas é preciso procurar sempre um (a) profissional especialista para trabalhar cada caso e, aí sim, ter os resultados desejados.

 

 

5. E quais são as verdades que todo mundo precisa saber?

Os procedimentos realmente trazem muitos benefícios para quem opta por fazê-los. Por exemplo, valoriza o olhar e os lábios; Loiras podem fazer a micropigmentação; E sim, é necessário manter o design de sobrancelhas para a manutenção.

 

6. Como usar a micropigmentação para correção estética em sobrancelhas?

Qualquer pessoa que queira corrigir pequenas falhas ou  que tenha Alopécia (ausência de fios).

 

7.  Quando sei que chegou a hora do retoque?

Sempre após o primeiro mês, faz parte do procedimento. O passo seguinte é refazer o procedimento e isso é somente por volta de 08 a 12 meses depois. Claro que existem casos específicos, então a dica é: quando sentir a necessidade de recorrer a sombra e/ou lápis chegou a hora de procurar a sua dermopigmentadora de confiança.

 

8.  Como eu sei que a cor ficará natural?

É uma questão de confiança com o profissional. Conversar, sentir que ele está apto para entregar os resultados que você espera. Mas o processo de escolha do pigmento é realizado com base em uma categoria de tons de pele e com base nisso encontramos a melhor opção para cada cliente.

 

9. Estou pensando em fazer o procedimento, quais cuidados prévios devo ter?

Não há tantas recomendações como em pós. Mas principalmente para quem está em região litorânea é necessário evitar exposição ao sol. A pele não pode estar vermelha. O mesmo serve para clientes com outros procedimentos estéticos na face. Ou seja, um processo de cada vez. 


18/01/2017 - 11:00

Conecte-se

Revista Manequim