Como preparar e cuidar da pele ao fazer tratamentos estéticos no rosto

Tratamentos estéticos são eficazes para manter a pele impecável, desde que a pele esteja preparada para recebê-los e seja cuidada posteriormente. Veja dicas

Texto: Luciana Maluf, dermatologista

Irina Bg/ Shutterstock | <i>Crédito: O que fazer para minimizar os incômodos antes, durante e após os procedimentos
Irina Bg/ Shutterstock | Crédito: O que fazer para minimizar os incômodos antes, durante e após os procedimentos
Tratamentos para o rosto fazem promessas tentadoras: pele de bebê e colágeno nas alturas! O laser de CO2 e o microagulhamento, por exemplo, são ideais para melhorar a textura e firmeza da pele, além de clarear algumas manchas, diminuir poros e reduzir a oleosidade. Mas são necessários cuidados e planejamento para que tudo saia como desejado. O ideal, claro, é sempre conversar com o seu médico dermatologista. Mas, aqui, indico alguns procedimentos que podem te ajudar a alcançar o sucesso.

Ambos os tratamentos, laser de CO2 e microagulhamento, podem ser feitos em duas ou três sessões com intervalos de um mês, para que se possa reduzir o tempo de recuperação, mantendo um ótimo resultado final sem maiores desconfortos. O laser de CO2 provoca aquecimento, causando maior esticamento da pele devido ao calor. O período posterior ao tratamento pode ser incômodo por conta de inchaços e vermelhidão, causados pelo estímulo do colágeno novo. Já o microagulhamento funciona através da ação de microagulhas que deslizam na pele, provocando microfurinhos que causam os mesmos desconfortos já citados e também podem causar sangramento leve.

Para evitar reações extremas, saiba o que fazer antes, no dia do procedimento estético e após ele.

ANTES DO TRATAMENTO: um preparo da pele com ácido retinóico e clareador é interessante para todo procedimento. O ácido acelera a troca de células na epiderme expulsando as células mortas superficiais e causando a melhora do colágeno superficial, além de controlar a oleosidade excessiva. Ele ainda facilita a penetração do agente clareador, que inibe ou diminui a síntese de melanina - que dá pigmento à pele, reduzindo a chance de hiperpigmentação inflamatória após o tratamento.

NO DIA DO TRATAMENTO: a aplicação de um anestésico tópico 30 a 40 minutos antes do procedimento pode minimizar o desconforto. O tempo do laser de CO2 e do microagulhamento é de 30 minutos, em média. Ao final, podem ser aplicadas substâncias antioxidantes, clareadoras e rejuvenescedoras, por exemplo, já que neste momento elas irão penetrar melhor na pele. Este processo é chamado de drug delivery.

APÓS O TRATAMENTO: o ideal é aplicar somente água termal gelada nos primeiros dois dias e não se expor ao sol de jeito nenhum! A partir de 48 horas após o procedimento, o paciente já está liberado a usar hidratantes e cosméticos de costume, filtro solar e maquiagem. Mesmo assim, é essencial continuar evitando o sol por dois meses. Usar protetores físicos, como chapéus e bonés com abas largas, óculos escuros e sombrinhas, também é uma medida interessante, assim como ter cautela com o sol mais intenso das 10h às 16h. Isso ajuda, e muito, a evitar manchas na fase pós-procedimento.

09/06/2016 - 14:00

Conecte-se

Revista Manequim