Aprenda a customizar peças antigas e renove-as com crochê

A estilista e consultora de moda Chiara Gadaleta adora transformar roupas básicas ou antigas em peças únicas e originais. Preocupada com o meio ambiente, ela utiliza apenas sobras de tecidos e fios naturais

Texto: Marcela Cataldi

Sua preocupação com o desperdício a fez buscar alternativas sustentáveis, como criar novas peças customizando as antigas | <i>Crédito: LAMB TAYLOR
Sua preocupação com o desperdício a fez buscar alternativas sustentáveis, como criar novas peças customizando as antigas | Crédito: LAMB TAYLOR

Apaixonada por trabalhos manuais, Chiara Gadaleta aprendeu a fazer tricô e crochê ainda criança, incentivada por sua avó. Ela entrou no mundo da moda como modelo e, mais tarde, se formou estilista em Paris. “Foi aí que comecei a prestar atenção no consumo excessivo e na enorme sobra dos ateliês”, conta. Essa preocupação com o desperdício motivou a estilista a encontrar alternativas sustentáveis e, há alguns anos, ela aliou sua paixão por tramas com a vontade de reciclar. Hoje, ela ministra oficinas sobre esses assuntos e explica que uma das formas mais fáceis de ser sustentável é recuperar roupas gastas ou que não estão sendo mais usadas. Ela mostrou à MANEQUIM como transformou duas regatas antigas em blusas cheias de personalidade utilizando apenas sobras de costura, como retalhos e linhas.

 Customização com crochê

Para a peça cinza, ela misturou sobras de novelos bege, marrom, vinho, mostarda e até com brilho. “Sozinhas, essas linhas não dariam para fazer uma roupa. Misturadas, elas criam um efeito lindo”, diz.  Adepta do freestyle, a estilista fez a trama ao redor da gola da regata sem receita. “Gosto de escolher pontos e cores na hora. Deixo a criatividade fluir”, revela.

 Aplicações estilosas

Depois, a estilista cortou retalhos de seda que sobraram da costura de um vestido. Ela recortou cada um dos pedaços seguindo o desenho das flores do material e os aplicou a máquina. Chiara costurou paetês a mão nesses retalhos e, com cuidado, aproximou o ferro de passar bem quente por cima, deixando foscos os paetês. Para dar acabamento, ela costurou miçangas e chatons.

Chiara aplicou os retalhos de renda na blusa a máquina e reforçou a gola de crochê depois.

Confira o resultado das peças customizadas por Chiara:

Chiara transformou blusas básicas em produções sofisticadas para qualquer ocasião.

 Dicas para ter um ateliê sustentável

  REAPROVEITE Camisetas velhas, furadas ou manchadas não precisam ir para o lixo. A ideia também pode ser usada para recuperar uma blusa que, devido a um desses problemas, tenha ficado fora de uso. Se a gola estiver manchada, o crochê pode escondê-la, por exemplo.


SEJA CRIATIVA “O trabalho artesanal é valioso e o resultado é exclusivo. Ninguém vai ter igual. Por isso, adoro presentear amigos e familiares com coisas que eu fiz”, conta. Regatas customizadas são excelentes presentes. Guarde os retalhos e aviamentos e teste efeitos, cores e misturas. “Você vai se surpreender”, ensina Chiara.

SELO ECOLÓGICO A estilista contou que está usando linhas com tingimento natural. O efeito é o mesmo da convencional, mas elas são produzidas de um modo que não polui e, ainda, ajuda as comunidades artesãs.

 

13/01/2017 - 11:00

Conecte-se

Revista Manequim