Transforme seu tapete de feira em peças incríveis!

Nossa colunista Bruna Abecia, do blog Eu Amo Fazer Artesanato, transformou a típica peça, feito do entrelace de fios de malha e arame, em uma jaqueta e uma carteira de mão

Texto: Redação Manequim

Bruna mostra como customizou sua jaqueta com um tapete de feira | <i>Crédito: Martin Gurfein
Bruna mostra como customizou sua jaqueta com um tapete de feira | Crédito: Martin Gurfein

O artesanato é uma tradição na família de Bruna Abecia, 26 anos. Sua bisavó, que era boliviana, começou a ensinar sua mãe quando visitava o Brasil. “Minha mãe conta que minha bisavó se sentava com dois novelos, e a chamava para tecer”, conta. Foi assim que o ofício foi passado
de geração em geração. Com uma família cheia de artesãs, Bruna mostrou vocação para trilhar o mesmo caminho. “Durante a minha infância,
estava sempre rodeada de cola quente, tecidos, agulhas e tesouras”, relembra. Como raramente encontrava meninas que gostassem de artes
manuais, Bruna conversava com a mãe sobre suas descobertas. Até o dia em que resolveu criar uma página no Facebook e dividir todas as suas dicas e experiências. E não é que deu certo? O perfil da rede social virou um blog: o Eu Amo Fazer Artesanato. O endereço na web está
recheado de inspirações desse universo e reúne, além das próprias criações de Bruna, fotos que ela encontra na internet. “Estou mais focada no blog agora, mas acabo de retomar meu canal no YouTube, o Tricotando, onde compartilho minhas tentativas no artesanato: tudo que deu certo e o que não deu”, revela.

SOLUÇÃO CRIATIVA Bruna resolveu unir duas coisas que estavam paradas no seu armário: uma jaqueta jeans e um tapete multicolorido que comprou na feira. “Quando vi esse tapete achei maravilhoso, mas não queria colocá-lo no chão!”, diverte- se. Foi aí que decidiu transformá-lo em um aplique para as costas da jaqueta jeans. Ela ficou tão empolgada que comprou outro tapete igual e fez uma carteira de mão superestilosa. Para isso, Bruna pediu ajuda à costureira Naia Souza, que a auxiliou na montagem e na aplicação do tapete. Ela aprendeu a costurar em seu primeiro emprego, um fábrica de malharia e, depois de se envolver com as agulhas, nunca mais largou a máquina de costura. “Como a peça é formada por vários fios de malha, e a jaqueta é de jeans, optei por usar uma agulha mais grossa na máquina reta”, explica Naia. “Para deixar a carteira mais firme, a dica é forrá-la com um pedaço de papel-cartão”, diz. Bruna sugere enfeitar a carteira com flores de crochê, que dão um ar ainda mais descolado, e usar uma corrente como alça. “Adorei! Estou louca para postar nas redes sociais!”, comemora a blogueira.

25/11/2017 - 15:00

Conecte-se

Revista Manequim