Fernanda Paes Leme: moda e algo a mais

A atriz conta como o Desengaveta, seu programa no GNT, a aproximou do consumo consciente sem deixaro estilo de lado. Tudo isso entre os vestidos irresistíveis da vez

Texto: Marcela Rodrigues

Fernanda Paes Leme: moda e algo a mais | <i>Crédito: João Arraes
Fernanda Paes Leme: moda e algo a mais | Crédito: João Arraes
Como você imagina o guarda-roupa de uma celebridade? Lotadode tendências, não é mesmo? Se depender da atriz Fernanda Paes Leme, 33 anos, as tendências continuam, porém não haverá espaço para tanto excesso material. À frente da missão fashion porém sustentável do Desengaveta, do GNT, ela já convenceu amigas famosas como Sophia Abrahão, Mônica Martelli e Negra Li a liberar roupas sem uso, que do armário delas foram direto para uma lojinha online cuja verba é revertida para o INCAvoluntário. Ansiosa pela estreia da temporada do programa, que volta em agosto, ela aposta que o guarda-roupa da amiga Giovanna Ewbank vai dar burburinho. “Ela tem um closet recheado. Vai render!”, adianta. Além de se divertir remexendo o guarda-roupa alheio, Fernanda acabou ficando ainda mais crítica em relação ao hábito de comprar. Afinal, o programa sugere um dos alicerces do slow fashion, movimento que prega alternativas conscientes à produção em massa, e que vem ganhando cada vez mais força no mundo todo.

Menos é mais 
O Brasil conheceu Fernanda na pele de uma patricinha no seriado Sandy & Junior, nos anos 2000. Desde então, ela entrou para o time de jovens estrelas da Globo, e passou a ter seu guarda-roupa nos holofotes como referência de estilo. De fato, seja nas aparições na TV, seja nas fotos que posta em suas redes sociais, ela está sempre exibindo novidades. “Atuar nos traz proximidade com a moda. Tive uma inspiração mágica, por exemplo, quando fiz a minissérie Um Só Coração (2004). O figurino foi dos anos 1920 aos 1940”, lembra.

O que pouca gente sabe é que Fernanda já repensa sua relação com a moda faz tempo. “Ganho muita roupa e meu guarda-roupa se renova rápido. Então, para dar algum tipo de sentido a esse exesso, criei um bazar, que já está na quarta edição”, conta. O que não vai para o bazar a atriz dá um jeito (fashion, claro!) de reaproveitar. “Por muito tempo tive preguiça de customizar e levar peças na costureira... Achava trabalhoso. Hoje em dia tento dar uma cara nova para aquilo que talvez não tenha mais a ver comigo e, ao mesmo tempo, não precisa ser desengavetado naquele momento”, explica. Mais bem-resolvida do que nunca, seu estilo também tem ficado mais definido e atemporal. Convidamos a estrela para mostrar quatro vestidos incríveis com elementos quentes da temporada: alfaiataria, recortes modernos e estampas contemporâneas. Faça você mesma e seja slow fashion também!

Dicas da Fê 
“Investigue a procedência da roupa. O processo até ela chegar à loja é longo e, muitas vezes, ela é mais cara porque esse processo é respeitado de maneira justa.”

“Pergunte-se antes de comprar: ‘Eu preciso? Vou usar bastante?’. Monte, mentalmente, looks com peças que você já tem e veja se vale comprar para o novo item render.” 

“Faça limpas no armário e analise o melhor destino de cada roupa: pode ser doar para quem precisa ou mesmo trocar com as amigas.”

“Não usa mais, mas ainda não quer descartar a roupa? Customize, seja tingindo, ajustando, seja aplicando algo... Use a criatividade!”

03/07/2017 - 09:08

Conecte-se

Revista Manequim