Saiba os cuidados essenciais para ter com as roupas

Cheiro de mofo, amarelados e amassados acabam dando um aspecto envelhecido às peças. Veja qual a melhor forma para conservá-las e deixá-las sempre com o aspecto novinho!

Texto: Laís Rissato

Saiba como conservar e dar mais durabilidade a suas peças | <i>Crédito: Shutterstock
Saiba como conservar e dar mais durabilidade a suas peças | Crédito: Shutterstock

Peças de roupa, calçados, acessórios...  todos esses itens do guarda-roupa feminino merecem atenção na hora de ser guardados. Sem os cuidados necessários, as peças acabam durando muito menos tempo que o esperado, causando frustração, gastos a mais e um trabalho redobrado na hora de escolher o look para sair de manhã. A personal organizer Carol Rosa selecionou dicas especiais e te ensina como fazer com que todas elas durem bastante. Veja abaixo:

Mofo e cheiro de guardado

Uma das maiores reclamações é o cheiro de guardado que fica nas roupas que costumam passar mais tempo dentro do armário, ou pior, quando o mofo e o bolor tomam conta da peça. “A principal dica é sempre guardar as roupas limpas e higienizadas, principalmente as peças de inverno. Se o guarda-roupa for úmido, aposte em soluções como as pedras de cedros ou produtos especializados encontrados nos supermercados. Outra dica para aquelas peças mais volumosas é guardá-las em capas feitas de plástico e tecido, elas isolam a roupa”.

Manchas difíceis

“A água sanitária pode ser vilã quando o assunto é acabar com as manchas sem estragar os tecidos, mesmo quando falamos de peças brancas. Além de amarelar muito fácil, pode desgastar o tecido. Geralmente, a recomendação é aplicar água morna com uma medida do produto tira-manchas da sua confiança encontrado no supermercado, deixar agir por alguns minutos e em seguida esfregar. Depois, siga com a lavagem normal na máquina e, caso ache necessário, acrescente mais uma medida do tira manchas junto com o sabão em pó. No Brasil nem todo mundo tem esse hábito, mas o melhor é usar sabão, amaciante e tira-manchas na máquina. Esse é o modo mais seguro de manter a qualidade do tecido”.

Roupa amassadas

“Esse é um problema comum para quem não guarda as peças do jeito adequado. Muitas pessoas reclamam comigo que acabam tendo trabalho redobrado. Elas passam as roupas, guardam e na hora de usar precisar passar novamente. O modo que as peças são armazenadas garante que elas continuem passadas mesmo depois de meses dentro do armário”.

Como guardar:

- Camisas: camisas finas e sociais devem ser penduradas, já que elas amassam muito fácil. Fechando todos os botões você garante que a peça continue no formato adequado.

- Tricot: o ideal é que sejam dobrados, pois caso sejam pendurados seu peso pode danificar as peças.

- Calças: Se o guarda-roupa for espaçoso o ideal é que elas fiquem todas penduradas, sempre com o cavalo no sentido da "voltinha" do cabide. Caso não tenha espaço para todas, deixe os jeans dobrados, eles apresentam mais estrutura e são mais difíceis para amassar.

- Camisetas: Podem ser dobradas e acomodadas em forma de cascatas nas gavetas. Evite fazer rolinhos, esse formato pode danificá-las. O ideal é dobrá-las ao meio e ao meio novamente, deixando a parte estampada aparente para fácil identificação na hora do uso.  

Roupas do bebê

“Quando falamos de bebês menores de seis meses, as peças devem ser lavadas separadamente, sempre priorizando o uso de sabão de coco ou sabão próprio para crianças dessa idade. O tira manchas também pode ser usado, mas é importante enxaguar bem as peças, garantindo que todo os resíduos do produto saiam durante a lavagem”.

15/07/2017 - 11:00

Conecte-se

Revista Manequim