Saiba qual é o melhor tipo de sutiã para cada decote

Modelagem, material e até o estilo da peça podem mudar conforme o look escolhido

Texto: Redação Manequim

Nada como usar um sutiã que dê segurança e conforto ao longo do dia! | <i>Crédito: Divulgação
Nada como usar um sutiã que dê segurança e conforto ao longo do dia! | Crédito: Divulgação
Básicos, rendados, transparentes... existe uma grande variedade de estilos e materiais de sutiã. O mesmo acontece com a modelagem, que muda conforme a necessidade. Veja a seguir o melhor modelo para cada look e não se deixe escorregar.

Cruzado
• Este modelo tem alças que se encontram na parte de trás da peça. Assim como o sutiã nadador, ele é uma boa escolha para peças de roupa que são muito cavadas na parte da frente, mas deixam as escápulas à mostra.
• Há diversas versões com detalhes e enfeites, como strass, paetês e argolas. A vantagem é que, se parte da lingerie for vista no look, o efeito vai parecer proposital e moderno. Além disso, sutiãs trabalhados são boas opções para roupas com transparências.
• A diferença entre o modelo de sutiã cruzado e o nadador é que o primeiro costuma ter tiras mais estreitas.

Tomara que caia
• Sem alças, ele é ideal para sustentar os seios com tops ou vestidos que deixem o colo, os ombros e a parte superior das costas à mostra, como em peças com decotes ombro a ombro. 
• As versões com bojos e arames modelam e dão forma e volume aos seios. 
• O modelo faixa não tem decote e é mais largo e bem confortável, perfeito para disfarçar seios fartos.
• Outra opção é investir nos sutiãs sem costura. Além do toque agradável, eles não marcam e são ideais para usar com tops básicos ou tecidos finos. 
Em forma de V
• Este tipo de sutiã tem muitas variações, mas possui sempre uma cava profunda e taças triangulares.
• Use-o com roupas que têm decotes em V, como os vestidos do tipo envelope. 
• Os modelos podem ter aros e bojos ou seguir um estilo mais esportivo. Rendas, bordados e pequenas aplicações de flores, além de laços e strass enfeitam lingeries sensuais e românticas. 
• O modelo push-up é ideal para quem tem seios separados ou pequenos e quer acentuar o colo. Com bojo, dão a aparência de busto bem maior. 

Um ombro só
• Para usar com peças assimétricas,  opte pelos sutiãs com alças removíveis. Eles são multiuso, pois se transformam em diferentes modelos. É possível, por exemplo, tirar uma das alças e prender a outra como se elas fossem se cruzar na parte de trás. 
• A vantagem é que a alça única dá segurança a quem tem medo de que o tomara que caia não sustente o busto de maneira adequada. 
• Mulheres com os seios fartos devem optar por sutiãs retos e largos nas laterais para melhor sustentação.

Meia-taça
• Ele é também conhecido como balconê. Este modelo é bem baixo e cobre os seios até a região logo acima dos mamilos, por isso ele é perfeito para roupas decotadas, especialmente as que possuem decote em U profundo, quadrado e em forma de coração. 
• Observe a parte interna da peça. Se o bojo tiver bolhas (ou gomos) ele vai dar volume ao busto e funciona bem com todos os tipos de silhueta.
• Além disso, eles costumam ter aros de sustentação e aparecem em versões sensuais e ricas em detalhes. 

Frente única
• O sutiã perfeito para esse tipo de decote é aquele que acompanha as alças da roupa até a parte de trás do pescoço. Há sutiãs com alças removíveis que se transformam nesse modelo e versões que já foram feitas nesse formato. A parte superior das costas sempre fica à mostra.
• É importante observar se os seios ficam bem acomodados. Eles não devem sobrar nas laterais ou ficar juntos demais. As alças são reguláveis, ajeite-as de um modo que elas não apertem as costas ou a nuca. 

Nadador
• O sutiã nadador lembra o modelo em V na parte da frente, entretanto o fecho costuma ficar exatamente nessa região. Nas costas, as alças se aproximam e acabam em uma faixa larga bem no centro do tronco. 
• O modelo tem um ar esportivo e normalmente é feito de algodão em cores marcantes e estampas divertidas. 
• Este tipo é recomendado para mulheres de seios de todos os tamanhos, especialmente os mais fartos, porque a faixa nas costas é uma ajuda extra na sustentação do busto. 

05/06/2017 - 16:07

Conecte-se

Revista Manequim