Tania Khalill e Jair Oliveira: sintonia total

Apaixonados e talentosos, eles falam do projeto Grandes Pequeninos e mostram cumplicidade na moda e na arte

Texto: Marcela Rodrigues | Edição Dezembro 2016

Tania Khalill e Jair Oliveira: sintonia total | <i>Crédito: Gustavo Arrais
Tania Khalill e Jair Oliveira: sintonia total | Crédito: Gustavo Arrais
A atriz Tania Khalill, 39 anos, e o músico Jair Oliveira, 41, formam um dos casais mais queridos do Brasil. Tal fama pode até ser uma herança do carisma inesquecível do cantor Jair Rodrigues, pai de Jairzinho, falecido em 2014. Mas a simpatia da família, que vive longe das notícias polêmicas e das fofocas, é autêntica e também fruto de um estilo de vida reservado, mas não isolado. “Somos artistas e não deixamos de atender ninguém, nem nos escondemos das pessoas. Mas somos naturalmente discretos no dia a dia. Esse é nosso jeito mesmo”, explica ele, que estreou na TV ainda criança, no saudoso Balão Mágico, sucesso infantil da Rede Globo na década de 1980. Apesar de cada um ter sua carreira, o clã Khalill-Oliveira não se desgruda nem nos palcos. Desde 2007 o casal roda o Brasil com o projeto Grandes Pequeninos, que depois de lançar CDs e um livro, hoje é um espetáculo – O Mundo É Grande e Pequenino – que reúne músicas, em boa parte compostas por Jair, além de performances circenses. Tania, que já interpretou papéis icônicos em novelas globais – como a Nalva, de Senhora do Destino (2004), a sonhadora Duda, de Caminho das Índias (2009), e a romântica Ayla, de Salve Jorge (2012) –, participa atuando. “Nosso objetivo é levar esse lado lúdico da arte às crianças, que tanto está em falta hoje em dia”, conta.

DNA artístico 
As filhas do casal, Laura, 5 anos, e Isabella, 9, aliás, recém-estrearam no mundo das artes. Desde outubro a família protagoniza, aos sábados às 16 horas, a série gourmet Grandes Pequeninos Chefs, no canal Discovery Kids. “Com tantas referências artísticas na família, foi algo natural. Mas para elas ainda é uma diversão. E nós ficamos tranquilos, pois conseguimos acompanhar tudo de perto”, explica Tania.

Básicos e autênticos 
O dia a dia sem afetação também se reflete no guarda-roupa do casal. Jair é do tipo descontraído, que preza o conforto das peças básicas, mas está sempre estiloso. Tecidos como linho, jeans e moletom são seus preferidos, assim como modelagens largas e peças que formam boas sobreposições, como casacos, coletes e cachecóis. “Ele adora calçados descolados”, revela Tania. “Roupa de gala, como terno e gravata, só quando estou em algum show especial e o dresscode exige. No dia a dia prefiro algo que não desprestigie a ocasião, mas seja mais a minha cara e que não tenha muitas estampas. Gosto de cores neutras”, completa Jair. Já Tania faz a linha feminina atemporal. Assim, não erra nunca e também facilita a vida do marido na hora dos presentes. “Ele é ótimo para comprar roupas e sempre acerta”, afirma. Segundo Tania, os dois têm um estilo discreto e básico. “É fácil presenteála. Sei que ela adora peças bem femininas, lisas... só não gosta de produções exageradas, com excesso de transparência e pele à mostra. Mas nos conhecemos há 16 anos. Se eu não conseguisse acertar com esse tempo todo de relacionamento...”, brinca Jair. Inspire-se com essa sintonia!

13/01/2017 - 09:22

Conecte-se

Revista Manequim